Como escolher um bom tatuador? Descubra em 7 dicas essenciais

Última atualização:

Apesar de muito bonitas, tatuagens são permanentes e exigem a escolha de um bom tatuador. O desenho, mesmo que mais simples precisa ficar fácil de entender e de acordo com o que você espera.

Desenho e parte do corpo em que vai tatuar são as primeiras coisas que você pensa, mas não se esqueça do tatuador. A ideia de uma tatuagem feia pode ser bastante assustadora, mas já imaginou pegar uma alergia ou alguma doença por escolher alguém que não é realmente profissional?

Sim, existem casos de pessoas que optaram por pagar mais barato e acabaram se arrependendo não do desenho feito, mas sim porque a tinta utilizada causou alergia e uma grande ferida na pele.

Dito isso você deve estar se perguntando o que deve fazer para escolher um bom tatuador. Aqui vão algumas dicas:

1. Pesquise na internet

A internet hoje é uma das formas mais rápidas e práticas de encontrar referências sobre determinado produto ou serviço. E isso não é diferente no caso das tatuagens. Pesquise por tatuadores na sua cidade ou até mesmo no bairro e visite suas páginas de Instagram e Facebook.

Como se trata de uma arte feita no corpo é interessante consultar trabalhos anteriores que o tatuador já tenha feito. Inclusive porque é preciso verificar se o traçado dele se encaixa com o que você quer tatuar.

Depois que encontrar um estúdio legal, lembre-se também de procurar por críticas negativas. Veja se há alguma avaliação ruim nas páginas de redes sociais e pesquise no Google por “reclamações do estúdio tatuagem x” ou “reclamações do tatuador fulano de tal”.

2. Peça indicação de amigos

Dicas para escolher um bom tatuador

Você provavelmente tem amigos que já fizeram uma ou mais tatuagens. Se preferir pode recorrer a eles para buscar referências. Pergunte em que estúdio ou com qual tatuador eles fizeram seus desenhos ou frases. Veja também se o tatuador que está sendo indicado trabalha com o estilo que você busca.

Peça sites, redes sociais e todos os contatos possíveis do profissional. Aproveite para conhecer bem seus trabalhos anteriores e pergunte a seus amigos como foi a experiência.

3. Confira o portfólio

Todo bom tatuador acumula um portfólio. A grande maioria dos profissionais expõe seus melhores trabalhos na internet, em suas redes sociais. Apesar disso, nada impede que você vá visitar o estúdio e peça para conhecer outros trabalhos que ele tenha em portfólio.

Leve em conta se as fotos estão em boa resolução e bem organizadas, descrevendo o estilo do desenho. Por exemplo: Coração em aquarela e traçado fino. Quem já está há algum tempo tatuando e tem segurança na profissão mostra seus trabalhos sem medo, desde tatuagens mais simples até as mais complexas.

Percebeu fotos desfocadas ou com iluminação ruim? O melhor é descartar esse tatuador, pois você não vai conseguir ter uma boa ideia de como é seu traçado e até mesmo a forma como colore os desenhos.

4. Vá conhecer o estúdio

Estúdio de tatuagem

Escolheu alguns tatuadores que chamaram sua atenção? Marque um horário para conversar com o profissional e conhecer o estúdio. Você pode aproveitar e levar seu desenho ou frase para fazer um orçamento já nessa visita.

Enquanto estiver no local veja se o tatuador está lhe dando a devida atenção e orientação. A partir do seu desenho e local escolhido para tatuar o profissional já consegue dar um direcionamento. Ele pode sugerir outro lugar do corpo ou alguma alteração (diminuir ou aumentar, pintar ou esfumar, deixar apenas o contorno) para que a tatuagem fique perfeita.

Tire todas as suas dúvidas e não deixe de perguntar sobre a tinta que é utilizada nas tatuagens. Essa resposta deve ser dada sem medo. A grande maioria dos bons profissionais trabalha com tintas antialérgicas.

5. Verifique as condições de higiene do local

Tatuagem é um procedimento sério, é quase como um corte seguido de uma queimadura na sua pele. Isso significa dizer que o local em que é feita precisa ser limpo, o tatuador deve usar luvas, ter materiais para limpeza da pele, plástico para forrar a cadeira e trabalhar com agulhas descartáveis.

Há contato com sangue, por isso a importância do uso das luvas e agulhas descartáveis. Veja se há álcool em gel ou uma torneira e sabonete nas proximidades, que permita ao profissional lavar as mãos antes de colocar as luvas e dar início a tatuagem.

Você pode verificar isso ao pedir para assistir a produção de uma tatuagem ou perguntando diretamente ao profissional. Diz o verso, quem não deve não teme. Se ele está trabalhando dentro das condições de higiene exigidas, vai responder todas as suas perguntas tranquilamente.

Se vai assistir a uma tatuagem ser feita, saiba que antes de começar – e logo após colocar as luvas – o tatuador deve, na sua frente, colocar uma agulha nova – que deve estar lacrada – na máquina. Quanto mais transparente for toda a situação, mais seguro é o estúdio e você estará nas mãos de um bom tatuador.

6. Pergunte sobre as tintas utilizadas

Como escolher um bom tatuador

No começo do texto falamos sobre casos de pessoas que desenvolveram alergia a tatuagem, ou melhor a tinta usada para fazê-la. A verdade é que no Brasil existem algumas marcas – nacionais e internacionais – que são legalizadas pela Anvisa para uso em estúdios de tatuagem.

Em sua visita ao estúdio pergunte com quais marcas ele trabalha e se há alguma cor que tem risco maior de reação alérgica. Por exemplo, algumas pessoas não reagem bem ao vermelho. Se você tem constante alergias de pele, comente isso com o tatuador, que poderá indicar tintas que seriam mais adequadas para a sua tatuagem.

Anote e depois confira no site da Anvisa se as marcas estão dentre as permitidas no país.

7. Procure por certificações

Mais uma dica que pode ser feita durante sua visita ao estúdio. Assim como qualquer outra profissão, os tatuadores precisam estar constantemente se aperfeiçoando. Ou ao menos já receberam um certificado pela qualidade do serviço e limpeza do local.

Enquanto estiver no estúdio procure por essas certificações, que provavelmente estarão expostas na parede. Se você busca por uma técnica diferente, veja se o profissional tem um certificado que ateste que trabalha com ela.

Caso não encontre alguma certificação específica, pergunte ao tatuador. Ele talvez esteja fazendo algum curso relacionado a novas técnicas ou traçados.

Agora você já sabe como encontrar um bom tatuador!